Dicas Gerais

É possível reparar o para-brisa do carro?

Parabrisa Trincado
0

O para-brisa do carro trincou, o que devo fazer? Só de pensar em trocar a peça inteira bate aquele aperto no peito e no bolso, certo? Fique calmo! Nem sempre é preciso trocar a peça inteira! Dependendo do dano, é possível repará-la, de forma relativamente rápida e simples.

Mas o que faz como que o para-brisa trique ou rache?

Isso acontece por que o vidro fica constantemente exposto à ação de pequenos fragmentos de pedras e outros objetos na pista e acabam sendo arremessados pelo carro que está na frente ou mesmo por outros agentes externos. Quando isso acontece, achamos que é preciso substituir o vidro danificado.

Neste post iremos mostrar que em casos menos graves a substituição não é necessária e apenas um reparo pode resolver.

Como funciona o reparo?

O reparo de para-brisa é uma técnica rápida e prática para o conserto de pequenos danos que atingem o veículo, como trincas provocadas por pedras ou outros detritos. O reparo de para-brisa obedece às normas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), na resolução 216, e preserva as características do veículo e do vidro automotivo.

O serviço é feito por meio de uma técnica rápida que consiste em uma limpeza no local danificado e na aplicação de uma resina que secará com ajuda de luz ultravioleta. A restauração pode levar de 40 minutos a uma hora e meia. Nos casos em que a solução é a troca do para-brisa, o procedimento pode demorar até quatro horas.

O valor do reparo de para-brisa depende do tamanho da trinca no vidro. Um reparo para uma trinca de 5 cm custa, em algumas oficinas, cerca de R$ 60,00. Já acima disso, o valor pode chegar a R$90,00. Também existem lojas especializadas nesse tipo de reparo que cobram um único valor para qualquer tamanho de trinca.

Esse valor pode chegar a quase R$110,00, um preço bem razoável, se for comparado ao valor de um vidro novo, que pode custar de R$240,00 a R$ 5 mil, dependendo do modelo do veículo.

O seguro cobre esse tipo de reparo?

Na maioria dos casos, sim. Os seguros automotivos costumam cobrir o reparo de trincas ou pontos de quebra no para-brisa, porém, a troca da peça inteira depende da categoria da sua apólice. 

O reparo de para-brisa é mais barato que substituir um vidro. Além disso, o tempo para realizar o reparo é extremamente rápido. Dependendo do reparo, o trabalho será feito em apenas 40 minutos. Reparar o para-brisa também garante a resistência da estrutura do veículo e o seu selo de fábrica. Outro benefício muito grande é a colaboração com o meio-ambiente, já que você não terá que descartar um vidro, que tem tempo indeterminado de decomposição.

O serviço deve ser feito logo que a trinca aparecer. No entanto, só poderá ser executado em trincas fora do campo de visão do condutor do veículo e 2,5cm distantes das bordas. Para fazer a restauração, a trinca tem que ter menos de 20cm de comprimento e a configuração circular da fratura não deve ultrapassar a 4cm de diâmetro. Caso o dano seja superior aos números citados, o ideal é trocar o vidro do automóvel.

Agora que você conhece a técnica de reparo de para-brisa e sabe como e quando fazê-la, vai poder economizar na troca do vidro automotivo! Siga nosso blog e se mantenha sempre informado!

Você também vai gostar
Porta Malas
Dicas para organizar o porta malas do seu carro.
Blog Carflix Transporte de Pet
Dicas de como transportar seu pet com segurança no carro.